Webmail

Sistema de aquecimento solar proporciona banho quente com economia de energia

Para aliviar as tensões no fim do dia, há pessoas que não abrem mão de um banho morno. A água aquecida, em algumas situações, oferece uma sensação de relaxamento e bem-estar, mas é preciso saber que o chuveiro elétrico é um dos aparelhos que mais consomem energia elétrica. Dessa maneira, quem não abre mão de uma ducha quente pode optar por sistemas solares para o aquecimento de água. Eles são mais econômicos e ainda ajudam a preservar o meio ambiente.

“Além disso, os equipamentos desse tipo têm uma durabilidade média de dez anos. O investimento inicial para instalação deles retorna quando a pessoa passa a economizar na conta de energia”, diz o gestor de Eficiência Energética da Celpe, Daniel Sarmento.

Ele acrescenta que, numa casa em que muitas pessoas da família tomam banho quente, o aquecedor solar ainda é mais vantajoso em relação a custo/benefício. “Em geral, os chuveiros elétricos representam 15% do consumo de energia de uma residência. Então, o investimento direcionado para o aquecimento solar é revertido em economia. É um sistema que pode até ser usado nas piscinas”, frisa Daniel.

O gestor da Celpe ainda reforça que o aquecedor solar proporciona banho quente mesmo à noite, quando não há mais a luz do sol. “Os sistemas têm reservatórios que armazenam água aquecida ao longo do dia. Dessa maneira, é possível tomar banho quente à noite”, explica Daniel.

Para as residências sem aquecedor solar, o gestor da Celpe orienta que as pessoas usem o chuveiro elétrico na posição verão para economizar energia. “Nessa indicação, o consumo é 30% menor do que na posição inverno”, frisa Daniel.

Quem toma banho quente diariamente deve ainda ficar atento à possibilidade desse hábito favorecer o ressecamento da pele. Uma dica, então, é trocar banhos quentes e demorados por duchas rápidas com água morna.


Fonte: Site Uol
Voltar
Receba notícias por e-mail:
Site desenvolvido por Êxito Publicidade